SE PRECISAR CLICK AQUI PARA TRADUZIR

quarta-feira, janeiro 31, 2007

Depois das Férias

Cheguei de féria ontem e ainda estou totalmente leve...
Como é bom descansar a beira mar!
Como é bom fazer novas amizades e ver crianças brincando na areia ou água...
Maravilhosa a sensação de refrescar o calor do corpo nas praias de nosso litoral Norte!

Voltando, percebo que não podemos deixar de fazer nossa parte, em questões prioritárias que afetam a vida de todos no planeta...
Por isso o selinho aí do lado, para que cada um realmente faça a sua parte!

Amanhã dia primeiro de fevereiro fui convidada por Hanna a desligar todos os aparelhos e luzes elétricas por cinco minutinhos apenas, quem sabe repercutirá no mundo, vamos participar, pelo controle do aquecimento global.

Não podemos nos omitir, e de uma forma bem simples dá para participar!

Computadores, tvs, tudo, tudo desligado, vamos lá... nada custa!

Cinco minutos de folga para o Planeta Terra.

Um colo para cada criança - Ajuda de Berço

Um colo para cada criança - Ajuda de Berço

sábado, janeiro 13, 2007

N�o se pode guardar o v�o de um p�ssaro: A vida simples �boa...

http://vagalume.uol.com.br/seu-jorge/videos/oPJKG--znlA-ana-carolina-seu-jorge-e-isso-ai-the-blowers-daughter.html

A vida simples é boa...

É Isso Aí - Blower's Daughter

É isso aí

Como a gente achou que ia ser
A vida tão simples é boa
Quase sempre

É isso aí
Os passos vão pelas ruas
E nem reparou na lua
A vida sempre continua

E eu não sei parar de te olhar
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não sei parar de te olhar

É isso aí
Há quem acredita em milagres
Há quem cometa maldades
Há quem não saiba dizer a verdade

É isso aí

Um vendedor de flores
Ensina seus filhos a escolher seus amores
Eu não sei parar de te olhar
Não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não vou parar de te olhar

Ana Carolina -



Clique no link para ouvir esta linda música

sexta-feira, janeiro 05, 2007

Pablo Neruda


Linda poesia de Pablo Neruda



Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Escrever, por exemplo: "A noite está estrelada, e tiritam, azuis, os astros lá ao longe".
O vento da noite gira no céu e canta.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu amei-a e por vezes ela também me amou. Em noites como esta tive-a em meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.
Ela amou-me, por vezes eu também a amava.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos?
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que já a perdi.
Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela. E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Importa lá que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.
Isso é tudo.
Ao longe alguém canta.
Ao longe.
A minha alma não se contenta com havê-la perdido.
Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a.
O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.
Nós dois, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei.
Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido.
De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos.
Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda.
É tão curto o amor, tão longo o esquecimento.
Porque em noites como esta tive-a em meus braços,
a minha alma não se contenta por havê-la perdido.
Embora seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.

Peixes Koi


Koi é o nome usado para definir a s chamadas carpas chinesas, que apresentam grande variedade de cor, na maioria das vezes laranja e branco. O koi pode cruzar com qualquer carpa comum tendo filhotes. É criada principalmente para embelezamento do ambiente, sendo mais colocadas em lagos e açudes.

Retirado de "http://pt.wikipedia.org/wiki/Koi"



Ao terminar de ler um livro a gente sempre aprende algo, reflete sobre algumas coisas, conhece, ri ou chora, viaja, enfim...
Lendo o livro sobre meu ídolo de adolescência, Freddie Mercury, descubro que ele era apaixonado por gatos(o que eu já sabia), e adorava peixes Koi - ou carpas - como as da foto acima. Em sua casa, Garden Lounge, onde viveu os últimos anos ao lado de Jim, e morreu vendo pela última vez seus quadros adquiridos em leilão, no colo de seu amor, Freddie criava peixes koi, e gostava de cada um em particular, observando-os diariamente.
Aqui em minha cidade, temos um parque - Santos Dumont - com um lago, ou melhor, vários lagos, onde vivem e crescem peixes Koi, ou carpas, tranquilamente. Neste parque temos um jardim , o Jardim Japonês, com cascata e lagos, onde os peixes nadam alegremente, e onde muitos visitantes tiram fotos, com filhos ou namorado(a), sentam-se a beira da água e contemplam os peixes nadando...
É um lugar cheio de paz e beleza...
É um lugar que gosto de ir.

quarta-feira, janeiro 03, 2007

Palmeiras


Ao final de um dia feliz, tiramos uma foto do caminho que nos leva a casa de mamãe, e lindas as palmeiras ficam assim registradas neste canto.

2007



foto do banhado - vista de uma das principais ruas aqui, de São José dos Campos

Fazer amigos através deste blog tem me proporcionado momentos de muito prazer e alegria.

De alguns, porque sempre comentam algo que escrevo.
De outros porque através do blog, recebo mensagens e e-mails interessantíssimos que me fazem refletir, sorrir, me encantam...
Queria de uma forma geral agradecer a todos por tudo.
Ao Manuel, Antonio e Xico, principalmente, por serem assíduos frequentadores deste simples espaço de escrita.

Beijos

2007 cheio de paz a todos!