SE PRECISAR CLICK AQUI PARA TRADUZIR

terça-feira, dezembro 26, 2006

NATAL

Após passarmos o Natal
Lembrando aqueles que estão ausentes
Por um motivo ou por outro
Saudamos aqueles que estão juntos
Comemorando a data especial
Do nascimento de Jesus


Na noite encantada
Trocamos presentes e abraços
Saboreando as delícias preparadas
Com tanto amor e carinho

No almoço na casa da mamãe
Trocamos lembranças de tantos natais
Que já vivemos em família
Lembrando as alegrias
E festejando o dia presente
Marido, irmãs, cunhados, sobrinhos
Todos reunidos ao papai e a mamãe
Para felizes comemorarmos mais uma vez o Natal

sábado, dezembro 09, 2006

terça-feira, dezembro 05, 2006

Aquarismo



Estou agora numa "fase" de criar peixinhos em aquário.
Belíssimos peixinhos nadando para lá e para cá fazendo-me relaxar e querer proporcionar a eles um ambiente cada vez melhor.
Comecei com um vidro emprestado, pois meu filho ganhou dois peixinhos numa feira de filhotes de cães e gatos aqui na cidade. No dia seguinte ao evento, os dois haviam morrido.
O olhar triste de João me convenceu a comprar mais peixes para ele, agora quatro, bonitos e saudáveis. Comidinha, tudo ok, mas não tinha o vidro de áquario. Passaram-se alguns dias e emprestei dois vidros, um para os peixinhos e outro para um lindo Betta que vi na loja de plantinhas para aquários e não resisti e o levei.
Fica em cima da mesa da cozinha, com sua linda cauda, ou melhor, barbatana caudal, a enfeitar minhas manhãs durante o café.
Aí veio a febre! A vontade de comprar mais peixinhos e colocá-los lindos no aquarinho de 3 litros: dois paulistinhas, dois acarás, um sumatra e um tetra negro, pois o outro já havia morrido. No dia que cheguei com o aquário uma fêmea de espada vermelho havia se suicidado, pulando do pote, acho que a água estava muito quente para ela, fazia um calor terrível.
Enfim, coloquei os peixinhs e ficava a observar. Todos os dias, acalmando meus pensamentos e me deixando levar pelo colorido deles.
Passado vários dias uma acará morreu. Pensei: "Tenho que arrumar logo um par para ele, senão ele também pode morrer". Tudo bem. Lá fui eu a loja de peixes e comprei um outro acará para fazer companhia, e qual não foi minha surpresa quando a dona disse que ele não ficava sem bombinha de oxigênio. Falei que os meus já estavam a um mês e estavam bem. Ela estranhou.
Batata. Na quinta feira este último acará morreu também.
E no domingo o outro, o negro, começou a dar sinais de que não estava nada bem. Separei-o dos outros,achando que o espada vermelho estava perseguindo-o demais.
Prometi que se ele sobrevivesse até segunda, compraria um aquário maior, com bombinha e tudo.
Não adiantou, e segunda ele amanheceu morto.
Mas mesmo assim, ontem, segunda, comprei um aquário, agora de 25 litros, com bombinha, tudo ok!
Meus peixes estão perdidos em tanto espaço!Hoje fui atrás de cascalho, mais alguns peixinhos e logo, logo,quando tiver tudo acabadinho, posto a foto deles aqui.
Com esses peixinhos, e descobri um gosto que tive desde a infância, que é muito bom!