SE PRECISAR CLICK AQUI PARA TRADUZIR

quarta-feira, janeiro 06, 2010

Voltando

Após alguns dias na praia, estamos de volta... estou de volta!

Tanta coisa acontece em alguns poucos diasde férias!
Lá tudo era sossego.
Preocupação maior: a que praia vamos
Ou:  o que vamos comer?
E o resto era sol, mar, chuva ou nuvens, um calor gostoso, brincadeiras na água, crianças, sorrisos e alegria.


Tudo é bom. Tudo é legal.
Parece que os dias correm soltos, sem sabermos que horas são, e em  que dia da semana estamos.

A praia... 

O  mar...
Areia...
Júlia e João Pedro

Júlia, João Pedro!


Que delícia respirar a alegria das crianças!

Vamos ver a invasão caramujal?


INVASÃO CARAMUJAAAAAAL! - para cada caramujo que encontramos, gritávamos a nossa frase, e eram muitos!
Saíamos pra ver se eles estavam invadindo e,  batata: sempre estavam! - infelizmente (são caramujos africanos trazidos ao Brasil, que não tem predadores naturais, devoram a vegetação e podem transmitir doenças - se estiverem contaminados...).
No penúltimo dia, resolvemos: as onze e meia da noite descemos e fomos olhar os caramujos. Não satisfeitos, levamos dois sacos, e "equipados" começamos a nossa batalha contra a invasão caramujal!
A cada caramujo, um grito de Júlia, e eu pegando  um a um e colocando  na sacola.
Catamos uns trinta mais ou  menos... lotou a sacola,( e são  pesados!!!!). O que vamos fazer agora, como vamos matá-los? Sem pedra grande pra jogar em cima, decidimos, eu, o João , o João Pedro e a Júlia, achar algo pra por em cima deles e passar com o pneu do carro, esmagando-os.


Tudo pronto, papelão em cima deles, la vai o Jo passar por cima:
creckt! 
Vários esmagados, alguns sairam para fora do papelao, ajeitamos - eu, Julia e JP assistindo o esmagamento e vibrando por estarmos eliminando boa parte da praga que invadia o terreno ao lado de nossa "casa" na praia!

Vai daí, o Jo resolve: vou derrapar em cima deles, pra esmagartodos  de uma vez!Saiam de perto, pra nao espirrar!
Saímos e la foi ele, derrapando mesmo em cima dos nojentos!
Daqui a pouco, só vejo ele saindo do carro, deixou o carro ligado, braço esticado, e com cara de bobo: "- vou ter que me lavar, espirrou caramujo em mim! "
Não dava nem pra dar risada, pois o risco de contaminação deixou ele em quase panico!

Daí falei pra Juca: quis fazer graça, olha o que deu!
julia eu e joao pedro
 
Postar um comentário