SE PRECISAR CLICK AQUI PARA TRADUZIR

sábado, janeiro 23, 2016

PAULA - ISABEL ALLENDE

Desde as primeiras páginas, esse livro me emocionou. De uma tal maneira que achei que não ia conseguir continuar...
Hoje, termino de ler sua história Paula,  e do amor de sua mãe, tão pungente e tão grandemente descrito que transborda de mim, e de meus olhos saltam  lágrimas, que brotam gordas e descem caudalosas por meu rosto.
Ainda que eu o tenha terminado, ele não sairá de mim.
Quero rele-lo, agora ou mais para frente, reencontrar nestas páginas as histórias do Chile, de Isabel, de Nicolás, de Ernesto, de Willie... e de mim mesma.
Tantas passagens de seus pensamentos e sentimentos se cruzam com os meus...
Tantas frases me ficam gravadas, na memória e no coração.
Não tem como explicar: o sentimento de perder alguém que amamos muito, alguém que vai morrendo aos poucos e deixando de ser quem nós conhecemos, para então se transformar em outra forma de ser dessa pessoa amada. O que fica, o AMOR.
O amor que existia antes e que continuará existindo para sempre, imortal.


Postar um comentário